iG

Publicidade

Publicidade
08/05/2012 - 16:45

Fones de ouvido mortais

Compartilhe: Twitter
Pin It



Num mundo cada vez mais cheio de smartphones, um novo problema aparece no trânsito. São os acidentes envolvendo pedestres que se distraem falando no telefone ou ouvindo música. A campanha de impacto criada pela DDB de Sydney para o Pedestrian Council of Australia, mostra um filete de sangue em forma de fone de ouvido de vítimas de acidentes. O texto recomenda: pare, veja, ouça e pense. De acordo com o órgão, pedestres que usam fones de ouvidos têm oito vezes mais chances de se envolverem em acidentes. Entre 2005 e 2009, 436 pedestres morreram em acidentes de trânsito na Austrália.

Um estudo publicado na revista Time em janeiro deste ano constatou que a maioria das vítimas desse tipo de acidente é do sexo masculino (68%) e abaixo dos 30 anos (67%). Mais da metade (55%) dos acidentes envolveu um trem e 89% dos casos ocorreram em áreas urbanas. Segundo dados americanos (National Highway Traffic Safety Administration), entre 4.000 e 5.000 pedestres morrem a cada ano em uma colisão com um veículo, representado 10 a 12% do total de mortes nas estradas dos Estados Unidos. No Brasil, inexistem estatísticas nacionais recentes mas, de acordo com a Associação Brasileira de Pedestres (Abraspe), quem anda a pé corresponde a 30% do número de mortos em acidentes de trânsito no Brasil. E cerca de metade dos pedestres que morreram em acidente de trânsito estava alcoolizada.

Autor: - Categoria(s): Governos e Instituições Públicas, Trânsito Tags: , , , , , ,

Ver todas as notas

Os comentários do texto estão encerrados.

Voltar ao topo